quarta-feira, agosto 31, 2011



Há dias em que um suspiro não basta. Só um berro vindo bem de dentro de nós tem força suficiente para expulsar a frustração, raiva e ódio que sentimos. Hoje, estou consumida por esses sentimentos e só me apetece gritar bem alto.
Preciso de me libertar deste aperto que sinto no meu peito e pacificar a minha alma.

7 comentários:

D. disse...

Posso levar as tuas palavras comigo?! =))
Se é uma questão de gritar, grita até que te falte a voz, no entanto, não te esqueças que há sempre quem seja surdo do cérebro e do coração... Também eu preciso gritar, agora, mas sei que seria inútil...

Beijinho e força!

Palavra Já Perdida disse...

Espero que o tenhas conseguido porque quando isso acontece...é bem chato :S

SofiaCosta disse...

É verdade D. gente bem surda.. obrigada :)

obrigada palavra já perdida.

João Pedro disse...

Fuma um charro, é perfeito para esse tipo de situações.

Cátia Mourisca disse...

e faz-te bem :)

João Pedro disse...

Gelado e passeio então. Não cura nada, só distrai, pacifica. Pouco percebo de doenças mas se o que nos fode não sai do sítio mais vale olharmos para o lado de quando em vez, ver algo que satisfaça em vez de desfazer.

wild spirit disse...

ainda bem fofinha :)